Você já se perguntou alguma vez qual a sua cor preferida? Eu prefiro tons alegres, mas tenho de confessar que já vivi momentos negros por não ter escolhido os pigmentos de acordo com a minha preferência, na palheta da vida. Como alguns de vocês já sabem, adoeci e passei anos deixando de lado coisas que eram muito importantes para mim como trabalho e família além, é claro, da minha saúde. Tudo isso porque fui além dos meus limites e não respeitei minha essência, minha verdade.

As cores da minha cartela foram pouco a pouco diminuindo o colorido e cada dia que se passava ficava mais cinza, até que chequei no escuro total.

Hoje minha vida voltou a ser colorida, mas para isso busquei autoconhecimento, ajuda profissional e até medicamentosa em alguns momentos, porém estou bem e feliz novamente. Depois de logos dias de chuva, o arco-íris voltou a brilhar.

E você? Tem pintado sua vida conforme seus interesses? De acordo com seus gostos? Ou você, como muitos, vive uma vida colorida por outras mãos e não pelas suas?

Não tenho nada contra o cinza e penso até que pode ser a cor ideal para algumas pessoas e tudo bem… O que não está bem é você viver uma vida cinza quando seu desejo é o de viver ela em  azul, verde, vermelho ou até mesmo uma cor pastel. Isso pode te levar a uma cor sem luz, a cor preta ou a uma vida triste, na verdade, sem vida.

Responda ai para você mesmo ou comente abaixo: a sua vida está da cor que você gostaria que estivesse? Estou aqui para lhe ajudar a fazer essa reforma interna e colorir sua vida de acordo com suas escolhas.